terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Você acredita em milagres?



Bem... São 3:48 da manhã enquanto escrevo, eu já havia ido dormir, mas de repente me deu uma vontade de rezar. Pois é, fazia muito tempo que eu não fazia isso, nem sabia mais como começar, mas quando terminei fiquei pensando sobre fé, orar, Deus, milagres... Então lá vem um post extremamente longo.
É muito tenso falar dessas coisas, pois cada um tem sua própria crença. Mas como estava mesmo precisando de uma inspiração resolvi escrever um pouco (só espero que minha mãe não acorde e me mande dormir), mas se você ficou ofendido com o texto anterior aconselho que feche essa janela e vá ler Turma da Monica, pois provavelmente vai se ofender ainda mais com esse (sim, você sabe que isso foi para você).
E antes que eu esqueça, se você achar esse texto uma blasfêmia, por favor, não me lance nenhuma praga, macumba, maldição, ou sei lá o que, sério, por favor, mesmo.
O que é Deus? Para muitos é apenas um mito criado para controlar as pessoas fracas, para outros é o Ser responsável pela nossa criação, ou até uma forma de chamar o acaso, e para outros algo que existindo ou não é bem lucrativo através de dízimos e CDs religiosos. Cada um tem seu conceito. Acredito em Deus, mesmo que quase ninguém acredite que não sou atéia. Mas o Deus que acredito não é um velhinho de barba branca, que fica num trono de ouro com Jesus, Maria e um monte de anjinhos loiros ao redor. Primeiro porque o Deus no qual acredito não tem forma, ele não é algo palpável, e sim uma forma generalizada de nomear tudo aquilo que nos faz bem, e é correto, mas não para o padre ou para a Igreja, é aquilo que cada um acredita que é certo e que não afete a outra pessoa. Isso é Deus [para mim]. É a esperança de alguém que olhe por nós quando não há mais ninguém, a esperança de que não sejamos apenas uma coincidência evolutiva.
Deus para mim é algo extremamente necessário, pois as pessoas precisam de algo onipotente, senão o mundo seria uma guerra eterna em busca de tomar o lugar do Ser Supremo. Além disso, as pessoas precisam acreditar em algo maior, precisam crer num sentido para tudo isso, precisam ter esperança de que alguém possa interceder por elas. Não que todo o mundo precise acreditar nisso, na verdade acredito que as pessoas deviam fazer coisas boas sem pensar em ir ou não para o céu ou inferno, apenas fazer por ser algo bom. Tenho muitos amigos ateus, e gosto muito da visão deles das coisas, respeito quem decide viver sem a ilusão de um salvador. Só não gosto de ateus que só não acreditam por não querer alguém que julgue as merdas que fazem por aí.
As pessoas se preocupam demais em saber se Deus e Jesus realmente existem, mas acho que o importante é o que a figura deles realmente nos ensinou, principalmente que não se deve fazer ao próximo o que não se deseja para si. Se as pessoas resolvessem seguir isso, o mundo se tornaria o tão sonhado paraíso.
Acho que já me comprometi demais, então para finalizar vou falar sobre fé. Acredito que a fé é uma das coisas que movem o mundo. Não sou muito boa com essa parte, meu real-pessimismo não permite. Mas pessoas precisam de fé para ir dormir e pedir para seu Deus que as ajude, para ter alguém a agradecer pelas coisas boas, para acordar todos os dias acreditando que suas vidas possam mudar, que vão conseguir encontrar um sentido para suas existências, ou se recuperar de alguma dor, enfim, que possam encontrar o premio mais desejado da vida, A FELICIDADE. Afinal, que não quer acreditar que ela existe?

9 comentários:

César Costabboy disse...

gata gostaria de te dizer que vc é ateia e num sabe! welcome to group!

Lya marks disse...

Gostei do seu texto! Está certo que existem diversas opiniões dentre os que acreditam ou não acreditam no que talvez para um seja tudo e para outro seja nada... Deus, esse assunto sempre foi muito complexo e interrogativo talvez! ^^ Em fim, sem mais 'delongas' gostei d seu texto! Bye

Fauno Mendes disse...

Querido César,sinto em informar que ela não participa nem do seu grupo,nem o grupo dos cristãos,simplismente pelo fato dela ACREDITAR em Deus,ela já não é.
Queria especificar aqui detalhes que poucos sabem,e percebi que Jéssica tambem não sabe,para a igreja católica Deus é o pai de Jesus,Maria é tão santa como Jesus e os santos devem ser adorados por terem feito boas ações e serem ''puros''.Na biblia diz: Não adorarás imagem de escultura,nenhum ser humano tem a grandiosidade de cristo para ser adorado,Maria só foi a mãe e devota de Jesus,é alguem de uma história fascinante,mais não a tanto para ser adorada.

Para a igreja cristã,Deus é pai,Jesus filho mandando para derramar o seu sangue,para livrar todos nóis de nossos pecados,por ele ter feito isso em nosso nome,o pecado em geral,sim pois não existe pecadinho nem pecadão é tudo pecado,por ele ter feito isto o pecado se tornou perdovel.
Os anjos existem sim,mais nao são loiros de olhos azuis,ninguem sabe,ninguem viu,estas imagens criadas pelos homens de jesus e anjo,ão frutos da imaginação deles mesmos.
Na biblia diz: Eu sou a verdade,o caminho e a vida,ninguem vira ao pai se não por mim.
Jesus disse isto.Oque significa ? Ninguem,irá a Deus se não passar por ele,passar como ?!
O seguindo,seguindo a verdade,arrependendo-se verdadeiramente de seus pecados e aceitando ele como caminho para a sua vida.
As pessoas falam muito,assim como eu já citei para jessica,que não acreditam nisso pq não veem Jesus nem Deus.O ar existe e ninguem ve,voce sabe q existe,mais nao ve.E com o passar dos tempos homens faram com que a sociedade,faça exatamente isto,que a sociedade descreia que existe sim alguem maior além de nois,que a vida não é previsivel,que sabemos que fim se leva depois que se morre,que nascer é siplismente a união de um óvulo com um esperma e nove meses na barriga,e depois um parto normal ou uma cesária.
O arrependimento de algo que você fez,aquela amargura que você sente quando esta só,a vontade de falar a verdade em não mentir,a vontade de ajudar,sonhar,amar,acreditar que se ajoelhar e pedir algo para alguem que você nem ve,tudo isso nenhhum homem vai explicar,por que são coisas que foram cridas por alguem maior,alguem que só quem ACREDITA sabe. : D

Jessica Soares disse...

Cesar: Não sou atéia, seu chato! Lá se vem mais um a me chamar assim ^ ^
Lys: Thank's! Verdad, esse assunto é tão tenso quanto politica e futebol, pois é muito pessoal.
Fauno: Nussa! Que discurso! Concordo em parte com o que disse. Não concordo com a parte sobre Jesus.Mas enfim...
Que viva a diversidade de crenças!

Teresa disse...

"Uma posição radicalmente ateísta pode até significar que sua vida é uma corrida rumo ao esquecimento - mas ao menos você pode fazer isso com estilo. Como você se comporta hoje, o que você faz com cada momento, como você explora os talentos e as oportunidades à sua disposição são coisas muito mais importantes para um ateu genuíno do que para os devotos mais religiosos. Longe de perder o sentido, o que você faz nesta vida subitamente torna-se incrivelmente importante, já que você só tem essa única possibilidade de fazer a coisa certa, de mudar alguma coisa, de contribuir de alguma forma para aqueles que você ama ou que seguirão seus passos."

César Costabboy disse...

fauno amigo, acho coveniente voce falar por si só pra gente ter uma coisa assim de cada um com seu argumento, pode ser? di boua!

sorry mas vcs da igreja sao sempre sao muito dramáticos.

teresa, obrigado ta clarissima sua posiçao. quer dizer nao sei se voce é ateia ou nao, e acho ate que nao, mas vc conduziu aí muito bem.

jessica, bjos, tou adorando cada dia mais o blog aqui!fuii

Teresa disse...

sou atéia sim...

Jessica Soares disse...

é definitivamente, Teresa é atéia.

Thanks Cesar! Sempre massageando meu ego! ^ ^

Doida não varrida disse...

Devo discordar: ateus não são ateus porque não querem ninguém que os julgue. Bom, pelo menos falo isso POR MIM, APENAS POR MIM! Deixei de acreditar no amigo imaginário onipotente depois que aconteceram umas coisas muito "trash" comigo. Primeiro, entrei numa depressão f*** e rezava, rezava, e... A coisa só piorava. Sabe qd vc realmente deseja que um ser superior interceda por vc e...NADA? E depois coisas MUITO ruins aconteceram, que não valem a pena sair dizendo por aí. Enfim, é isso. Sem falar que acho triste não podermos confiar no nosso próximo, de carne e osso e aí usamos um mecanismo de imaginar alguém invisível e onipotente :(